French Toast

20160213_112705French toast sabe a fim de semana, conforto, casa quentinha e frio lá fora! Sabe a boa companhia, café fresco a fumegar em cima da mesa. Sabe a gargalhadas de olhos fechados, a música de fundo e requinte na mesa! French Toast é tudo de bom, e muito mais…

20160213_112452Ingredientes.

1 pão brioche de boa qualidade

2 ovos inteiros

3 gemas

250 ml de leite

200 ml de natas

1 colher de chá de essência de baunilha

1 colher de chá de raspa de laranja

2 colheres de sopa de açúcar

1 pitada de sal

Manteiga (algumas colheres)

20160213_112609Modo de preparo:

Num tabuleiro fundo juntar os ovos inteiros e as gemas. Bater ligeiramente. Adicionar o açúcar, o leite, as natas, a baunilha, a raspa de laranja e o sal. Bater com um garfo ou vara de arames. Reservar. Entretanto, cortar o pão em fatias grossas. Aquecer uma frigideira com fundo aderente e espalhar cerca de uma colher de sopa de manteiga. Mergulhar uma a duas fatias de cada vez na mistura anterior (depende do tamanho da sua frigideira) durante cerca de 20 segundos de cada lado. Colocar na frigideira e deixar cozinhar até ficar com uma cor bem dourada, cerca de 2 a 3 minutos. Virar e deixar dourar do outro lado.

Polvilhar com açúcar em pó e acompanhar com frutos vermelhos, ou outros da sua preferência. Regar com Maple Syrup.

20160213_112502

Waffles

20160206_104212

Há muito que queria experimentar esta receita, mas não tinha uma máquina de fazer waffles. Mas no Natal passado a minha querida amiga Suzanne deu-me o presente mais fofinho da minha cozinha: uma mini máquina de fazer waffles! É mesmo mini, só faz uma waffle redonda de cada vez e parece de uma casa de bonecas de tão pequenina que é. O melhor dela é mesmo isso: ocupa pouco espaço e é muito gira!

20160206_102625

No próximo fim de semana sejam românticos e surpreendam a vossa cara metade com um pequeno almoço diferente. É dia de S. Valentim, façam esta receita, juntem-lhe umas flores bonitas e muito amor!

20160206_103117

Para nós cá em casa, que somos apenas dois, esta receita é demasiado grande. Mas fiz a massa toda, fui colocando as Waffles numa rede para arrefecerem e depois de frias guardei-as no congelador. Assim estão prontas para um dia de pressas ou preguiça! E já experimentei as congeladas para testar. Só tenho de as tirar do congelador e aquece-las na tostadora por 2-3 minutos. Quando elas “saltam” estão prontas!

20160206_102833Ingredientes:

320 gr de farinha (são mais ou menos 2 cups; 1 cup = 1 medida de 250 ml)

1 ½ colher de chá de fermento em pó

½ colher de chá de sal fino

3 colheres de sopa de açúcar

1 ovo

400 ml leite (1 ¾ cups)

115 gr de manteiga derretida

1 colher de chá de extracto de baunilha

Raspa de ½ limão

Para acompanhar: Frutos vermelhos; maple syrup ou polvilhe com açúcar em pó

20160206_102910Preparação:

Numa taça grande junte todos os ingredientes secos: a farinha, o açúcar, o sal e o fermento. Reserve. Numa outra taça junte os restantes ingredientes: o leite, o ovo, a baunilha, a manteiga derretida e a raspa de limão. Misture bem com uma vara de arames e verta este preparado na taça dos ingredientes secos. Aqui não convém mexer muito se não vai alterar a massa. Mexer até obter uma consistência homogénea, não mexer demasiado (cerca de 1 minuto é suficiente). Se a mistura ainda tiver pequenos grumos, não se preocupe, vai dar certo no final! Deixe descansar 5 minutos antes de começar a cozinhar.

Agora tudo depende da sua máquina de fazer waffles. Deve usá-la de acordo com as instruções de uso. A quantidade de massa que precisa, o tempo que demora a ficar pronto, tudo isto dependa da sua máquina. No meu é só ligar, esperar que a luz azul de apague (significa que já está quente) usar um spray de culinária ou pincelar com manteiga derretida, colocar a massa, fechar e em alguns segundos está pronto.

20160206_104151Para acompanhar, além de um bom café ou um sumo natural, preparei uma mistura de morangos com mirtilos e raspas de limão com uma colher de sopa de açúcar para soltar o sumo dos morangos e criar aquele xarope bem docinho. O acompanhamento e decoração fica a seu gosto. Pode polvilhar com açúcar em pó, pode usar o Maple Syrup (aqui nos EUA é muito comum) ou fruta, enfim…

Bolo de chocolate com frutos do bosque

Esta receita tem um significado especial para mim. Marca uma mudança na minha vida, e na vida deste blog. Espero que traga consigo muitas coisas boas, histórias felizes,  novos desafios, novas receitas e muita inspiração! Este bolo é o símbolo de toda esta mudança: Mudança de país, de cozinha, de batedeira, de forno, de máquina fotográfica, de ingredientes e produtos e até de influências. Foi o primeiro bolo que fiz na minha KitchenAid, um presente da Patrícia e do Rob, a quem agradeço imenso! É simplesmente espectacular e uma grande ajuda na cozinha!

Ingredientes:

200 gr de chocolate em tablete

150 gr de manteiga

8 ovos

200 gr de açúcar

200 gr de farinha

1 colher de chá de fermento em pó

Uma pitada de canela em pó

Calda:

100 ml de água

100 gr de açúcar

1 pau de canela

Alguns frutos vermelhos

Recheio:

300 ml de natas

2 colheres de sopa de sumo de limão

3 colheres de sopa de açúcar

300 gr de frutos vermelhos: framboesas, mirtilos, amoras, etc.

Preparação:

Bater a manteiga, que deve estar à temperatura ambiente, com o açúcar, até obter um creme homogéneo. Juntar as gemas e bater. Adicionar o chocolate derretido e misturar bem. Bater as claras em castelo e envolver com cuidado. Por fim, envolver a farinha, a canela e o fermento, previamente peneirados. Levar ao forno cerca de 25 minutos em duas formas untadas com manteiga e polvilhadas com farinha.

Preparar a calda: Colocar todos os ingredientes num tacho e levar ao lume. Deixar ferver um pouco. Quando o bolo estiver cozido pincelar as duas metades para humedecer o bolo.

Preparar o recheio: Bater as natas com duas colheres de sopa de sumo de limão. Adicionar o açúcar e bater novamente.

Montagem:

Depois de humedecer o bolo com a calda, colocar uma metade do bolo num prato de servir. Barrar a parte de cima com metade das natas e colocar metade dos frutos. Cobrir com a outra metade do bolo, barrar a parte de cima com as natas e colocar os restantes frutos por cima.

Sangria de champanhe com frutos vermelhos

Um dia de sol depois de tantos dias de chuva merece uma celebração! O que proponho é esta fantástica sangria. É uma boa opção para diversas ocasiões. Nos dias de sol, nos dias cinzentos, num jantar especial, numa festa, para iniciar uma refeição, para acompanhar uma tábua de queijos, uma pasta de atum, ou uma simples fatia de bolo. É ideal para saborear um bom serão, uma música de fundo, com uma companhia agradável, e muita alegria à mistura.

Ingredientes:

1L de champanhe

1,5 L de seven up

Frutos vermelhos: framboesas, mirtilos, amoras, romã

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

2 paus de canela

Folhas de hortelã a gosto

 

Preparação:

Lavar os frutos e colocá-los numa taça com o açúcar por cima (eu usei framboesas e romã apenas, era o que havia em casa). Deixar  repousar alguns minutos até o açúcar começar a derreter. Juntar todos os ingredientes num jarro grande: os frutos com o açúcar, a champanhe, a seven up, a canela e as folhas de hortelã. Mexer e levar ao frigorífico. Se desejar, adicione algumas pedras de gelo.

Acompanhe com um chocolate e partilhe bons momentos!